Carregando...

abvaq@abvaq.com.br

+55 (83) 3024-8911

Mais estados retomam as provas de vaquejada autorizada por decreto durante o período de pandemia provocada pela COVID-19

A prática da vaquejada está sendo retomada em todo o Brasil de forma gradual e segura. Já são cinco estados ( PE – AL – SE – RN – PB ) devidamente autorizados a realizar as provas, obedecendo as normas sanitárias exigidas pelas autoridades de saúde.

O Decreto nº 40.554, de 17 de setembro de 2020 foi publicado na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial do Estado, que dispõe sobre a realização de vaquejadas e outros eventos agropecuários no Estado.

Segundo o texto, fica autorizada a realização de vaquejada, sem a presença de público, condicionada ao cumprimento de protocolo setorial estabelecido pela Secretaria de Saúde.

A Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ), em nota publicada na imprensa agradeceu o esforço e a compreensão das autoridades envolvidas no processo de liberação da vaquejada no estado, mesmo que sem público.

“ Agradecemos ao Governador João Azevedo, ao Chefe da Casa Civil, Ronaldo Guerra, ao secretário de Agricultura, Efraim Morais e ao Secretário de Saúde, Dr. Geraldo Medeiros,” diz a nota da ABVAQ, que ainda reconhece o empenho dos deputados estaduais Ricardo Barbosa e Doda de Tião, além do deputado federal , Efraim Filho.

A Paraíba é mais um estado a ter a retomada da vaquejada autorizada por decreto

A prática da vaquejada está sendo retomada em todo o Brasil de forma gradual e segura. Já são cinco estados ( PE – AL – SE – RN – PB ) devidamente autorizados a realizar as provas, obedecendo as normas sanitárias exigidas pelas autoridades de saúde.

O Decreto nº 40.554, de 17 de setembro de 2020 foi publicado na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial do Estado, que dispõe sobre a realização de vaquejadas e outros eventos agropecuários no Estado.

Segundo o texto, fica autorizada a realização de vaquejada, sem a presença de público, condicionada ao cumprimento de protocolo setorial estabelecido pela Secretaria de Saúde.

As atividades na Paraíba deve ocorrer obdecendo as medidas preventivas e protetivas necessárias, sobretudo assegurando o uso ostensivo de máscaras, a lavagem das mãos e a manutenção do distanciamento social de pelo menos 1,5 metro entre as pessoas.

A Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ), em nota publicada na imprensa agradeceu o esforço e a compreensão das autoridades envolvidas no processo de liberação da vaquejada no estado, mesmo que sem público.

“ Agradecemos ao Governador João Azevedo, ao Chefe da Casa Civil, Ronaldo Guerra, ao secretário de Agricultura, Efraim Morais e ao Secretário de Saúde, Dr. Geraldo Medeiros,” diz a nota da ABVAQ, que ainda reconhece o empenho dos deputados estaduais Ricardo Barbosa e Doda de Tião, além do deputado federal , Efraim Filho.

“É importante essa conquista para todos nós que fazemos a ABVAQ. A própria ABVAQ elaborou um protocolo que demonstra ser possível realizar evento de vaquejada cumprindo todas as normas de segurança em relação a pandemia.

O que nos deixa mais felizes é a retomada dos milhares de empregos na Paraíba de pessoas que vivem do nosso esporte. Só temos que agradecer ao governador João Azevedo e todos que se empenharam para aprovar esse protocolo que dar a garantia de que a vaquejada voltará sem apresentar nenhum problema para a saúde pública,” declarou Pauluca Moura, presidente da ABVAQ.

Aproveito e estendo os agradecimentos aos amigos da vaquejada: Valter Papel, diretor de Chancela da ABVAQ, Dr. Francisco Sagres, ex-senador Cícero Lucena, Francisco Moura, Arthur Freire, Paulo Dominone, Rodolfo Rodrigues e tantos outros,” declarou Pauluca Moura, presidente da ABVAQ.

Já o Diretor de Chancela, Valter Papel, apelou: “é importante que nós, amantes e praticantes do esporte, realizadores de eventos e profissionais de trabalho, cumpram todas as obrigações para que possamos fortalecer o nosso esporte nesse momento de enfrentamento da pandemia,” disse.

Foto: Allan Damasceno

Mais notícias